Portas de Comunicação no Qlik Sense

De Qknow
Ir para: navegação, pesquisa
QlikCiclesPicture.PNG

Página Principal >> Infraestrutura >> Infraestrutura Qlik Sense >> Portas de Comunicação do Sense Server

Introdução

QlikSense TCP Ports.png

Para instalação do Qlik Sense Server é preciso estar atento as portas de comunicação necessárias que devem estar liberadas para que os serviços possam trocar informações e os usuários navegarem no HUB, bem como administradores no QMC. Uma alternativa a liberação das portas é desativar qualquer firewall do sistema operacional se este equipamento estiver em uso em uma rede local. Quando não é possível realizar o procedimento de desativação do firewall é preciso liberar individualmente as portas de comunicação de cada componente que forma a plataforma Sense. A imagem ao lado ilustra uma instalação com diversos componentes espalhados em diferentes equipamentos, o que facilita a visualização do uso das portas em cada instalação.

Quando um usuário acessa uma aplicação (painel/relatório) via navegador, a conexão é estabelecida para o HUB por meio das portas 80, 443 e/ou 4244. Por padrão todas as conexões são realizadas por meio de HTTPS (conexão segura) por meio da porta 443, mas podem ser reconfiguradas no QMC para aceitar conexões sem criptografia via porta 80. É importante notar que muitos outros softwares fazem uso da porta 80 para publicação de portais e, por isso, deve-se avaliar se há uso desta porta antes de optar por instalar o QPS.

Um ou mais proxies podem ser configurados para atendimento as tarefas administrativas que permitem gestão e configuração do ambiente Sense Server. Portanto, os administradores também fazem uso das portas 80, 443 e 4244 para acesso ao QMC a partir de um navegador (browser). Logo, se houver mais de um proxy disponível é fundamental desbloquear as portas mencionadas, garantindo assim o acesso ao servidor. A porta 4244 é usada pelo módulo interno de autenticação do Qlik Sense Proxy Service (QPS) quando houver uso de NTLM na plataforma Windows Server. Esta porta usa o protocolo HTTPS para comunicação.

Quando os usuários navegam em painéis pelo browser após terem sido autenticados, uma conexão é estabelecida entre o Proxy (QPS) e o engine (QES) por meio da porta 4747. Logo, esta porta deve estar liberada no QES para que o proxy possa fazer as requisições de dados e análises solicitadas pelo usuário. Esta operação ocorre após o proxy ter validado no repositório central (ou replicado) que o login tem licença e privilégio para acesso a determinados painéis (aplicações).

Todas as comunicações com o serviço que gerencia o repositório (Master QRS) são realizadas pela porta 4242, o que inclui o próprio proxy bem como o QES ou o QSS. Desta forma, uma indisponibilidade de comunicação da porta 4242 impede o funcionamento da solução. Já o próprio repositório (até a versão 2.X em PostgreSQL) responde na porta 4432 sendo acessado pelo serviço correspondente (Master QRS).

Serviços de recarga dos dados e painéis são realizados pelo scheduler que comunica-se com o serviço de dados por meio da porta 4242. Em uma instalação distribuída é possível contar com outros servidores atuando como QSS (slave QSS), sendo que este se comunica com o servidor de agendamento principal por meio das portas 5151 e 5050, respectivamente. O slave QSS também se comunica com o Master Repository Services por meio da porta 4242, ou mesmo para serviços slave do QRS. Por fim, se houver um serviço adicional de gerência do repositório (QRS) haverá comunicação com o ponto central pelas portas 4241 e 4444. Mas estes componentes não fazem parte de uma instalação básica padrão.


Descrição Geral dos Componentes

A seguinte lista auxilia na interpretação de cada sigla utilizada neste artigo. Para maiores detalhamentos, consulte o artigo sobre arquitetura do Qlik Sense e seus componentes principais.

  • QMC: Ferramenta administrativa e de gestão do ambiente Qlik Sense.
  • HUB: Portal de acesso dos usuários aos painéis disponibilizados para análise.
  • QPS: Serviço Web (entre outras tarefas) que atende as requisições dos navegadores para acesso ao QMC ou HUB.
  • QRS: Serviço de acesso ao bando de dados que serve de repositório para as configurações do ambiente e outros aspectos de licenciamento.
  • QRD: Banco de dados (PostgreSQL) que serve de repositório acessado pelo QRS.
  • QSS: Serviço de agendamento de tarefas de recarga e execução de tarefas periódicas.
 Nota:  Acesse a descrição completa dos componentes no artigo sobre arquitetura Qlik Sense.


Uso das Portas de Comunicação

A seguinte lista resumo o uso das portas de comunicação no Sense Server:

  • 80: Esta porta responde pelo acesso via navegador quando há configuração de conexão não segura. Por padrão, não é habilitada pelo QMC.
  • 443: Porta padrão de comunicação do QPS para comunicação segura. Esta porta deve estar exclusivamente dedicada ao Sense Server.
  • 4241: Porta utilizada em uma instalação com múltiplos nós contendo duas ou mais instalações do QRS. Usada para fins de sincronização entre os serviços.
  • 4242: Responde pelo Qlik Sense Repository Services (QRS), sendo usado para sincronização em ambientes com múltiplos QRS. Esta porta usa protocolo https.
  • 4243: Atende ao Qlik Sense Proxy Service (QPS) REST Server.
  • 4244: Porta interna de comunicação para autenticação do QPS quando utilizando NTLM no Windows Server.
  • 4432: Atende ao serviço do SGBD a partir do QRS. Por padrão o banco de dados utilizado até a versão 2.X é PostgreSQL.
  • 4444: Possui duas funções, sendo uma utilizada para nós adicionais do QRS e para verificação do status de conexão do site Sense.
  • 4747: Responde pelo engine do Sense Server para resposta as requisições dos clientes Web via SSL. A porta pode ser modificada no QMC.
  • 5050: Atende ao Qlik Sense Scheduler (QSS) principal.
  • 5151: Atende o Qlik Sense Scheduler (QSS) secundário (slave).



Assuntos Relacionados



Envelope01.jpg
Procurando Algo? Fale Conosco!



Infraestrutura Sense | Infraestrutura Qlik | Página Principal

Página Principal >> Infraestrutura >> Infraestrutura Qlik Sense >> Portas de Comunicação do Sense Server