Publicando Painéis (Apps) no Qlik Sense

De Qknow
Ir para: navegação, pesquisa
QlikCiclesPicture.PNG

Página Principal >> Infraestrutura >> Infraestrutura Qlik Sense >> Publicando Painéis no Sense Server

Introdução

No Qlik Sense o termo apps refere-se aos painéis criados no HUB ou no Qlik Sense Desktop que lembra um pouco o conceito do arquivo .QVW do QlikView. Usuários podem criar aplicações tanto do Sense Desktop quanto diretamente a partir do HUB, o que permite um verdadeiro self-service a partir de qualquer dispositivo compatível com HTML 5.0, incluindo tablets. Uma aplicação (app) pode ser acessível pela Web (navegador) para outros usuários licenciados desde que haja permissão adequada. A publicação de um painel (app) para um acesso Web ocorre pelo uso do QMC (Qlik Management Console), mesmo que o app tenha sido desenvolvido diretamente na Web através do HUB e não pelo Sense Desktop.

Seja qual for o local de desenvolvimento (HUB ou Sense Desktop) uma aplicação será disponibiliza a outros usuários por meio de uma ação de publicação através do QMC. Estas aplicações (apps) são publicadas para streams, uma espécie de área destinada aos painéis acessíveis por usuários com privilégios adequados. Múltiplas streams podem existir em um ambiente Sense de acordo com a necessidade de negócio. Pense nas streams como esteiras de trabalho onde os painéis passam a ser disponibilizados para cada grupo de interessados.

Aplicações desenvolvidas no Sense Desktop precisam primeiramente serem importadas para o ambiente servidor através de uma ação de Import realizada no QMC. Regras de acesso ao aplicativo (app), a stream, grupos ou mesmo ao usuário determinarão quem acessará o app e o que poderá ser realizado no painel publicado. Sempre que um painel é publicado seus elementos gráficos e análises ficam bloqueados para edição. Usuários com privilégios adequados podem criar novos elementos para completar a visão desejada e fazer novas análises sobre os dados disponíveis, mas os elementos originais do aplicativo não podem ser alterados.

Se uma aplicação deve ser inserida em mais de uma stream será necessário duplicá-la antes da publicação. Para editar elementos originais de uma aplicação já publicada é preciso duplicá-la, alterá-la e republicá-la com a opção Replace Existing. Quando se utiliza o Sense Desktop para elaboração de apps é preciso considerar que as fontes de dados (bancos, arquivos, etc.) podem não estar na mesma estrutura do ambiente servidor. Por isso, antes de publicar uma aplicação elaborada localmente é preciso alterar as configurações de conexão após ter importado o arquivo para o espaço do usuário chamado de My Work.

Ao publicar uma app se o nome da conexão já existir no servidor com o mesmo nome existente na versão Desktop do Qlik Sense, então não haverá importação dos dados da conexão e a aplicação utilizará a conexão já existente no servidor. Ou seja, o data connection do Sense Desktop só é importado para o servidor se não existir uma conexão equivalente com o mesmo nome. Este aspecto facilita enormemente a publicação de painéis para ambientes produtivos sem que se tenha conhecimento das informações de credenciais do ambiente de produção.

Diagrama de Publicação

Qknow - Publish App.png

Quando um app é criado no Qlik Sense Desktop um arquivo .QVF (equivalente ao .QVW no QlikView) é gravado contendo as instruções de carga, conexões as bases de dados e/ou arquivos e interface visual (gráficos, tabelas, etc.). Para tornar o painel (app) disponível para múltiplos usuários da Organização por meio de navegação Web, é preciso publicá-lo no servidor Qlik Sense utilizando o QMC. Não é necessário ser um administrador para importar ou publicar painéis (apps) no Sense Server, mas é necessário ter os privilégios adequados configurados por meio de regras (rules). O QMC é tipicamente acessado por um endereço semelhante a https://servidor/qmc, onde será solicitado um usuário para autenticação.

Uma vez no QMC a aplicação pode ser importada do Sense Desktop para o servidor com um clique no atalho Apps no canto superior esquerdo da janela principal do QMC. O tempo para importar o painel para o servidor dependerá da quantidade de dados carregados no arquivo, mas tipicamente não leva mais do que alguns minutos.

Ao ser concluída a tarefa de importação é fundamental avaliar se o painel pode ser recarregado periodicamente com novos dados, por isso recomenda-se acionar o botão de recarga. Isso facilitará determinar se a string de conexão aos dados está correta e eventualmente corrigi-la para apontar para o local dos arquivos de dados ou bancos de produção. Sempre que uma aplicação é importada para o Sense Server pelo QMC, a conexão com as fontes de dados são igualmente inseridas no console para permitir as recargas futuras. Essa tarefa só não acontecerá se no servidor já existir uma conexão com o mesmo nome daquela especificada na aplicação desenvolvida no Desktop.

Tipicamente uma aplicação (app) é destinada a uma única stream, mas nada impede que o usuário queira disponibilizá-la em diferentes locais simultaneamente (streams). Neste caso, é preciso duplicar a aplicação para que cada "instância" seja designada a uma específica stream. Ou seja, em linhas gerais, uma única instância de um painel jamais participará de duas streams ao mesmo tempo, senão pela duplicação da aplicação (app).

Independente de duplicar ou não o arquivo, a liberação do painel para os usuários da stream ocorre pelo processo de publicação. Este é o passo que torna o app acessível pela Web para outros usuários que tenham privilégio na stream. Doutra forma, o painel ficará disponível por acesso Web apenas para o proprietário no espaço designado como My Work. Cabe lembrar que um painel publicado é retirado do My Work e transferido para a stream designada.

Elementos gráficos que pertençam ao painel antes da publicação não poderão ser editados por usuários navegando pela Web, garantindo assim a integridade do arquivo para os demais usuários. No entanto, dependendo das permissões que forem atribuídas é possível criar novos elementos que estarão visíveis ao usuário elaborador e que posteriormente poderão compor o painel.

Note que se a aplicação não estiver no layout desejado é preciso que as alterações sejam realizadas no Sense Desktop e importadas novamente para o servidor via QMC, considerando painéis que tenham sido desenvolvidos no Desktop. Se a aplicação tiver sido criada diretamente dentro do HUB não será necessário importá-la, pois o processo de carga para o servidor só se dá para painéis desenvolvidos pelo Sense Desktop.


Publicando Painéis via QMC

QlikSenseQMCLogin01.PNG

Para publicar um painel no Sense Server é preciso determinar se a elaboração da aplicação (app) foi realizada no Sense Desktop ou diretamente no servidor Qlik Sense. Este procedimento refere-se ao processo de publicação a partir de painéis (app) construídos no Sense Desktop, ainda que parte do processo também se aplique a publicação a partir de painéis construídos no servidor. Primeiramente, é preciso autenticar-se no QMC utilizando um usuário com privilégios de publicação. Ao acessar o endereço do QMC uma janela de autenticação solicitará as credenciais de acesso ao console de gerenciamento. Entre com as credenciais e aguarde a carga da página, como exibido na figura ao lado.

QlikSensePublishApp02.png

O passo seguinte é acessar o link do QMC que permite carregar novos painéis para o servidor. O atalho está disponível clicando em Start seguido de Apps, sob o título MANAGE CONTENT. Ao selecionar este link o QMC exibe a relação dos painéis que podem ser vistos pelo usuário que está utilizando o QMC para publicação. Lembre-se que não é necessário pertencer ao grupo de administradores para ter permissão de publicação. Ao invés, basta ter uma rule que permita ao usuário este privilégio.

Para importar um arquivo .QVF construído no Sense Desktop basta acionar o botão Import no rodapé da página. Será exibida uma janela para escolha do arquivo. Certamente o arquivo terá um nome gravado em nível de sistema operacional, mas um nome lógico pode ser atribuído durante a importação. Assim, para publicar o painel é possível trocar a forma como este será conhecido sem que o arquivo físico precise de modificação. Ao clicar no botão Selecionar Arquivo (Select File) abre-se a caixa de seleção onde se deve localizar o arquivo .QVF para importação. O processo se inicia imediatamente após a escolha e uma barra de informações é exibida com o progresso da carga. Lembre-se que neste momento são carregados os dados, interface e rotinas destinadas a carga, inclusive conexões com fontes de dados no caso de strings de conexão que não existam previamente no servidor.

Uma vez importado (válido apenas para apps criados no Sense Desktop) é possível publicar um painel para acesso de outros usuários por meio de um navegador Web acionando o botão Publish após ter selecionado o projeto. Um painel já publicado a uma stream não pode ser novamente publicado para outra área de trabalho senão pela duplicação do projeto. No exemplo da figura a seguir o painel foi chamado de Qknow e para publicá-lo basta um clique no nome do projeto e o acionamento do botão de publicação.

QlikSensePublishApp03.png

Mantenha a tecla CTRL pressionada enquanto seleciona o nome dos projetos para publicar múltiplos painéis ao mesmo tempo em uma única ação. O botão Publish exibirá o número de projetos que será publicado em um único comando. Neste caso os painéis não poderão ter o nome ajustado, o que é permitido apenas quando a publicação ocorre para um projeto individualmente. A escolha da stream é mandatório e deve ser selecionado antes que o botão Ok confirme a publicação do painel (app). O campo Name utiliza o nome utilizado na importação (ou na criação) do painel e pode ser modificado neste momento, se desejado. Após confirmar os dados o acionamento do botão Ok encaminha o painel para a stream.

QlikSensePublishApp04.png

Considerações importantes:

  • Após publicar o painel (app) o campo Published é preenchido com a data da ação.
  • A coluna Migration Status apresentará o texto Successful se a ação for concluída sem erros.
  • Na lista de apps será possível conferir a coluna Stream para visualizar para onde a publicação foi realizada.
  • Qualquer painel pode ser removido com um clique no botão Delete no rodapé da página após escolher o app.
  • Um painel publicado não pode ser despublicado. Para retirá-lo da stream é preciso removê-lo pelo botão Delete.
  • Itens do painel não podem ser editados pelo usuário após a publicação para a stream. Duplique o painel para modificá-lo.
  • Novos itens podem ser adicionados ao painel publicado na stream desde que o usuário tenha privilégio para tal.
  • Para remover o painel da stream duplique-o para ter uma cópia não publicada e delete a versão corrente da stream.
  • Não há como alterar o painel de stream após publicá-lo. Para isso, duplique-o e publique a cópia na stream desejada.
  • O acesso dos usuários ao painel dependerá das permissões sobre o painel, usuário e stream.
  • A publicação de painéis criados diretamente no Sense Server não inclui a tarefa de importação.



Assuntos Relacionados


Envelope01.jpg
Procurando Algo? Fale Conosco!

Voltar | Página Principal

Página Principal >> Infraestrutura >> Infraestrutura Qlik Sense >> Publicando Painéis no Sense Server